Olá! Faça seu login ou cadastre-se

0 itens

Manual de Cuidados

Eu sou totalmente contra castração. Embora ela previna doenças e corrija distúrbios hormonais, Nem sempre os problemas que os animais apresentam são hormonais.


Problemas comportamentais nos coelhos podem existir, mas afetam muito mais os donos desinformados ou desatentos às necessidades dos seus bichinhos do que os próprios coelhos de forma isolada.


Coelhos que eram dóceis e se tornaram agressivos, normalmente ficam assim por estarem infelizes com seu ambiente ou por manejo inadequado. Animais submetidos a situações de estresse, por crianças, barulhos intensos, ou outros animais, também podem se tornar agressivos, pois é sua defesa para o "abuso/incômodo" que sofrem.


Tudo isso pode ser facilmente resolvido avaliando quais motivos estão fazendo mal ao animal e realizando mudanças na rotina, no ambiente, na atenção, carinho e cuidados, e no manejo diário.


Questões hormonais podem causar problemas de comportamento, mas baseado na minha experiência, já de 10 anos com coelhos e mais de 25 anos com outros animais, afirmo que essas questões hormonais são tratadas como "válvula de escape", ou seja, as pessoas, por falta de sensibilidade as necessidades do animal, culpam os hormônios por tudo, como se eles fossem o único fator problemático. Fora a questão financeira da "venda" da castração por profissionais abusivos.


A castração, como qualquer procedimento cirúrgico, tem riscos, ou seja, seu coelhinho pode morrer na cirurgia. Então conclui-se que só devemos submeter um animal a um processo de castração, se realmente não houver outra alternativa e for comprovado que os problemas comportamentais que ele apresenta são originados por questões hormonais. Mas nem todos os casos são assim. Já vi coelhos castrados extremamente agressivos. Ou seja, o problema não foi resolvido. E por que? Porque não era um problema hormonal e sim de manejo inadequado.


Coelhos são presas na natureza, e quem nasceu pra ser jantar dos outros, fica em constante alerta, sendo assim, podem ser facilmente estressados por gritos de crianças, cães que perseguem ou latem próximo a eles, motores, fogos de artificio, barulhos intensos, além de manuseio errado, jeito de pegar agressivo (orelhas por exemplo) e tudo que for causar medo ao animal. Alimentos inadequados, fome, sede, calor, tudo pode causar estresse e reações agressivas, até nossa própria conduta agressiva ou impaciente perante o animal. Se formos sensíveis e avaliar o animal, como ser vivo e suas necessidades, fica fácil identificar seus problemas e oferecer soluções.


Basta pensar no ser humano. Quando a gente está estressado com o trabalho, com filho doente, com mãe na UTI, com uma cólica daquelas....e com insônia há uma semana, e mais o vizinho ouvindo aquela música que você odeia no volume máximo todo fim de semana, não adianta tirar o útero ou fazer vasectomia pra resolver nosso humor, correto? Com os bichinhos não é diferente. Então não adianta dizerem que todo bicho chato tem que castrar. Um motivo pra estar chato ele tem, assim como a gente quando fica chato, dificilmente é a toa. Alguma coisa nos esta incomodando e se isso for resolvido, ficamos "bonzinhos" de novo.


Trabalhei há alguns anos com recuperação de chinchilas em alto nível de estresse. Tive em torno de 80 animais, sendo metade resgatados, e só não consegui reabilitação de 1 indivíduo, que veio a falecer por estresse intenso e nenhum foi castrado. Nunca vi bicho tão sofrido com o estresse quanto chinchila. Coelho é similar, porém mais fácil de resolver.


A castração evita doenças? Sim evita, mas qual a incidência dessas doenças? Eu vou chutar baixo, mas acho que já saíram mais de 5 mil animais da nossa criação, e em 10 anos, eu ouvi somente um caso de piometra em coelhos. A castração evita problemas de comportamento referente a questões hormonais, sim, evita! Mas não problemas de agressividade referentes a erros de manejo.


Tem um casal e quer evitar procriação? Indico castração! Quer evitar que o macho ou a fêmea suba nas suas pernas ou urine em formas de jatos de forma desordenada? A castração ajuda!


Precisa castrar em todos os casos? Na minha opinião, não, mas se você quiser castrar, faça com plena consciência, não por indicação de comentários virtuais e procure um bom profissional que vise o bem estar do seu animal, não apenas a "venda de serviços veterinários".

Fale Conosco

Copyright © Mini Coelho 2015. Todos os direitos reservados.